quarta-feira, 27 de maio de 2009

Minha.

"It's a friday, baby"
E eu me sinto tão mal
Tão despido, invisível, moderno, natural
"It's a payday, baby"
Desconsidere a razão
Nadando num copo de whisky
Pelo sim, pelo não

Só não me venha com 'talvez'
Que eu sou amante da praticidade
Não me fale do seu barco
Ou da tempestade
Que invade sua cama
Numa noite como essa
Quero te arrancar um sim
O resto não me interessa

Já é sábado, baby
"5 o'clock of morning"
Com você na cabeça e no telefone
Palavras de desejo
Expurgadas ao léu
Nessa farsa teatral
Represento o teu papel.

2 comentários:

Dri Viaro disse...

Bom dia
bjs

Aline disse...

Gaaaaaaaaaal
Que saudade!
Você mudou o telefone??
Ahhh... tenho tanta coisa pra te contar!
Vee se aparece
Te adooooooooro
Beijos