sábado, 15 de novembro de 2008


Ok. Não sinto nada.

2 comentários:

mlubre disse...

Hum... Estranho de ler. Você é estranha, no bom sentido claro. :D

Ham... guria chata, não te deixa em paz, só fica te enxendo o saco aqui. Hááá!!

:*

Madalena disse...

Há algum reconhecimento em sensibilidades como tal, mas nada se sabe da matéria palpável e visível do seu ser.
Nada mais justo que especialidades tornem-se distintas de meras fantasias.
É pois onde pergunto a ti: quem és?

p.s. há também honra em ser acompanhada.